Terapia Ocupacional

O que é?

A Terapia Ocupacional é uma profissão da área da saúde, enquadrada na área de Medicina de Reabilitação, que se ocupa dos processos de fragilização e ruptura da relação de pessoas e de grupos com o mundo, buscando envolvê-las na vida social e no retorno às ocupações quotidianas. Esta profissão existe no nosso país desde o ano de 2011, tendo sido o ISCISA a primeira instituição de ensino superior a formar Terapeutas Ocupacionais. O actual desafio do MISAU é colocar Terapeutas Ocupacionais em cada distrito, a curto prazo de tempo, bem como outros profissionais das diversas áreas e frentes de serviços, como saúde e educação.

Actualmente o país conta com mais de 80 Terapeutas Ocupacionais, estando, a grande maioria, a exercer nas diversas unidades sanitárias do país.  

 

População alvo

Todas as pessoas que possuem uma disfunção ocupacional nas suas actividades do dia a dia, quer sejam crianças, quer sejam adultos, quer idosos.

 

Perfil profissional

O Curso de Terapia Ocupacional do ISCISA propõe-se a articular conteúdos de natureza técnica, social e crítica, de modo a responder às demandas actuais da sociedade moçambicana e internacional, com o propósito de proporcionar ao estudante uma perspectiva interdisciplinar, centrada no contexto regional e nacional. Pautado em princípios éticos, culturais, étnicos, raciais, entre outros, o profissional é preparado para interpretar os processos envolvidos nas actividades humanas e suas rupturas, nos diversos ciclos de vida, contextos socioculturais e condições de participação social. 

 

O que faz um Terapeuta Ocupacional

 Dentro das áreas de saúde, educação, assistência social e as demais, o profissional formado em Terapia Ocupacional planeia acções dimensionadas às situações analisadas; organiza estratégias de actuação terapêutica ocupacional para indivíduos, grupos e coletivos; mantém relações abertas e em diálogo com equipas, serviços, políticas e populações; integra saberes e age perante as situações com que se depara. Auxilia, de forma individual e colectiva, os planos de acção terapêutica, tanto na área física, mental, social, como na integração dos mesmos.

Sendo o campo de aplicação de Terapia Ocupacional muito dinâmico e abrangente, a busca permanente de conhecimentos inovadores reflecte-se no seu desempenho diário, usando modalidades educativas e terapêuticas específicas, com base em actividades centradas no paciente, na família e na comunidade.